CIRCO DA CIDADE ABRE TEMPORADA NO ALTO BOQUEIRÃO

O picadeiro do Circo da Cidade Zé Preguiça, mantido pela Fundação Cultural de Curitiba, voltou a brilhar desde o dia (14/9), com a estreia do espetáculo “A arte se renova”, da Família Zanchettini, marcando a abertura da temporada 2021 da arte circense. Instalado no bairro Alto Boqueirão, o Circo da Cidade foi reaberto ao público com todas as medidas de segurança sanitária de prevenção à covid-19.

“Curitiba tem espetáculo! Tem sim, senhor, e a família Zanchettini é uma glória circense de Curitiba”, disse o prefeito Rafael Greca, que esteve na reabertura do Circo da Cidade. O vereador Mauro Ignácio acompanhou junto com o Prefeito Rafael Greca e o administrador da Regional Boqueirão Ricardo Dias, a primeira apresentação da nova fase do Programa Circo da Cidade, que é resultado da Lei Wanda Zanchettini de sua autoria junto com a saudosa vereadora Dona Lourdes e o ex-vereador Goura.

“É uma alegria ver o público novamente nas arquibancadas e os artistas com o sorriso no rosto, depois de tanto tempo sem poder trabalhar. Nesse ano, fui o autor do pedido que visava o retorno do público aos Circos e Parques Temáticos durante os períodos de bandeiras laranja e vermelha em Curitiba”, comenta Ignácio.

Público reduzido

A lotação máxima do circo é de 300 pessoas, mas em razão da pandemia será permitido o ingresso de apenas 90 crianças em cada sessão da semana e de 110 pessoas no sábado. Será obrigatório o uso de máscara. Na entrada haverá medição de temperatura e dispenser de álcool em gel.

Além do Zanchettini, mais quatro companhias circenses se apresentarão na Lona Zé Priguiça até o final deste ano: Cassaly, Bileco, Tubinho e Solaris. Todos foram vencedores do edital emergencial nº014/2021 – Circos de Lona, do programa FCC Digital, da Fundação Cultural de Curitiba, lançado para apoiar financeiramente os circos curitibanos durante a pandemia do coronavírus.

Estiveram no espetáculo de reabertura o prefeito Rafael Greca, a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, o administrador da Regional Boqueirão Ricardo Dias e o vereador Mauro Ignácio.

Serviço: Para assistir o espetáculo é necessário realizar agendamento por meio de formulário disponível no site da Fundação Cultural: http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/teatro-e-circo/, ingresso gratuito.

Gostou dessa matéria?

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linkdin
Compartilhe no Pinterest
Compartilhe no Whatsapp
Compartilhe no Telegram

deixe um comentário