CIRCO DA CIDADE ABRE TEMPORADA NO ALTO BOQUEIRÃO

O picadeiro do Circo da Cidade Zé Preguiça, mantido pela Fundação Cultural de Curitiba, voltou a brilhar desde o dia (14/9), com a estreia do espetáculo “A arte se renova”, da Família Zanchettini, marcando a abertura da temporada 2021 da arte circense. Instalado no bairro Alto Boqueirão, o Circo da Cidade foi reaberto ao público com todas as medidas de segurança sanitária de prevenção à covid-19.

“Curitiba tem espetáculo! Tem sim, senhor, e a família Zanchettini é uma glória circense de Curitiba”, disse o prefeito Rafael Greca, que esteve na reabertura do Circo da Cidade. O vereador Mauro Ignácio acompanhou junto com o Prefeito Rafael Greca e o administrador da Regional Boqueirão Ricardo Dias, a primeira apresentação da nova fase do Programa Circo da Cidade, que é resultado da Lei Wanda Zanchettini de sua autoria junto com a saudosa vereadora Dona Lourdes e o ex-vereador Goura.

“É uma alegria ver o público novamente nas arquibancadas e os artistas com o sorriso no rosto, depois de tanto tempo sem poder trabalhar. Nesse ano, fui o autor do pedido que visava o retorno do público aos Circos e Parques Temáticos durante os períodos de bandeiras laranja e vermelha em Curitiba”, comenta Ignácio.

Público reduzido

A lotação máxima do circo é de 300 pessoas, mas em razão da pandemia será permitido o ingresso de apenas 90 crianças em cada sessão da semana e de 110 pessoas no sábado. Será obrigatório o uso de máscara. Na entrada haverá medição de temperatura e dispenser de álcool em gel.

Além do Zanchettini, mais quatro companhias circenses se apresentarão na Lona Zé Priguiça até o final deste ano: Cassaly, Bileco, Tubinho e Solaris. Todos foram vencedores do edital emergencial nº014/2021 – Circos de Lona, do programa FCC Digital, da Fundação Cultural de Curitiba, lançado para apoiar financeiramente os circos curitibanos durante a pandemia do coronavírus.

Estiveram no espetáculo de reabertura o prefeito Rafael Greca, a secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, o administrador da Regional Boqueirão Ricardo Dias e o vereador Mauro Ignácio.

Serviço: Para assistir o espetáculo é necessário realizar agendamento por meio de formulário disponível no site da Fundação Cultural: http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/teatro-e-circo/, ingresso gratuito.

Gostou dessa matéria?

Share on facebook
Compartilhe no Facebook
Share on twitter
Compartilhe no Twitter
Share on linkedin
Compartilhe no Linkdin
Share on pinterest
Compartilhe no Pinterest
Share on whatsapp
Compartilhe no Whatsapp
Share on telegram
Compartilhe no Telegram

deixe um comentário

Fechar Menu